Topo

Entretenimento

John Galliano confessa 'vício triplo' em tribunal francês

22/06/2011 11h48

PARÍS, França, 22 Jun 2011 (AFP) -O estilista britânico John Galliano confessou nesta quarta-feira, diante de um tribunal francês, que sofre de um "vício triplo" em álcool, soníferos e Valium, durante o julgamento contra ele por insultos antissemitas e racistas proferidos em um bar parisiense, constataram jornalistas da AFP.

Vestido de preto e com os cabelos soltos, mas sem usar chapéu, John Galliano, de 50 anos, chegou ao Palácio de Justiça de Paris pouco antes das 15H30 local (10H30 de Brasília). A audiência começou minutos mais tarde.

O ex-estilista da Dior entrou por uma porta lateral na sala XVII do Tribunal, escapando assim dos numerosos fotógrafos, cinegrafistas e jornalistas que aguardavam o início da audiência.

O estilista nascido em Gibraltar, filho de um encanador anglo-italiano e de uma espanhola, cujo verdadeiro nome é Juan Carlos Galliano, será julgado por insultos antissemitas e racistas proferidos em outubro de 2010 e em fevereiro de 2011 no bar parisiense La Perle, no bairro de moda de Marais, onde mora o estilista, que se instalou em Paris em 1990.

Galliano pode ser condenado a uma pena de até seis meses de prisão e 22.500 euros de multa (32 mil dólares).

A grife Dior o demitiu em março devido ao escândalo.

Várias associações de luta contra o racismo, como a Liga contra o Racismo e o Antissemitismo (LICRA) e o Movimento contra o Racismo e pela Amizade dos Povos (MRAP) são autores da ação neste caso junto aos três clientes que acusaram Galliano por insultos.

PARÍS, França, 22 Jun 2011 (AFP) -O estilista britânico John Galliano confessou nesta quarta-feira, diante de um tribunal francês, que sofre de um \"vício triplo\" em álcool, soníferos e Valium, du","image":"","date":"22/06/2011 17h18","kicker":"AFP"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="entretenimento/entretenimento">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento