Entretenimento

Ex-estilista Galliano se desculpa e critica 'racismo e antissemitismo'

22/06/2011 18h14

PARIS, 22 Jun 2011 (AFP) -O ex-estilista da casa Dior, John Galliano, que se apresentou esta quarta-feira ao Tribunal Correcional de Paris por insultos antissemitas, apresentou suas "desculpas" às vítimas, antes de afirmar: "sempre condenei o racismo e o antissemitismo".

"Gostaria de apresentar minhas desculpas ao tribunal e às vítimas por meu comportamento, que provocou tanta tristeza", declarou Galliano.

"Sempre condenei o racismo e o antissemitismo, que não têm espaço na nossa sociedade", concluiu.

O veredicto sobre a conduta do estilista britânico, ex-astro da casa Dior, julgado por insultos antissemitas e raciais, será divulgado em 8 de setembro, anunciou esta quarta-feira o Tribunal Correcional de Paris.

Uma hora antes, a promotoria havia requerido uma multa "não inferior" a 5.000 euros (7.175 dólares) em cada um dos dois expedientes pelos quais é julgado.

Galliano assegurou esta quarta-feira, ao tribunal francês que o julga por insultos antissemitas e racistas, e ao qual admitiu seus vícios, que "toda a minha vida combati os preconceitos, a intolerância e a discriminação".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo