Entretenimento

Substituição de '.com' por outros sufixos pode favorecer motores de busca

21/06/2011 14h43

SAN FRANCISCO, EUA, 21 Jun 2011 (AFP) -A decisão de permitir que os domínios da internet tenham qualquer sufixo, de nomes de empresas a movimentos sociais, pode ser uma bênção para os motores de busca.

A entidade que regula os domínios na internet autorizou na segunda-feira a criação de endereços web que terminem em qualquer palavra, uma das maiores mudanças desde o início do funcionamento da rede de redes.

O conselho de administração da Corporação de Internet para a Atribuição de Nomes e Números (ICANN, na sigla em inglês) aprovou em uma reunião em Cingapura esta decisão por ampla maioria, descartando temores de que a introdução massiva de novos sufixos semeie confusão na rede e favoreça as grandes empresas.

A modificação não deve tornar mais difíceis as buscas na internet, de acordo com o gigante Google e seu rival Bing.

O Google assegurou à AFP ter experiência em classificar páginas de internet e devolvê-las ao usuário, "independente do domínio de nível superior (TLD)", isto é, o código após o segundo ponto nos domínios web, como .com, .gov e .org.

Se o melhor resultado estiver em um domínio não tradicional, assim vamos indicar a página aos nossos usuários, disse a empresa com sede na Califórnia.

A Microsoft, por sua vez, afirmou que a medida tampouco terá "muito" impacto no Bing, seu motor de busca.

"Quando observa-se a forma na qual a busca é feita, os domínios não têm um grande impacto (...) Do lado do consumidor, as pessoas buscam através de palavras-chave ou nomes, não domínios", indicou.

No momento de indexar, os serviços de busca examinam conteúdo, links e outros "sinais" para classificar as páginas dos resultados de busca.

Os novos nomes de domínio podem gerar mais tráfego nos motores de busca, na medida em que mais usuários confiarão neles para navegar.

"Acreditamos que a decisão de permitir que qualquer pessoa abra seu próprio domínio de nível superior (TLD) tem o potencial de causar uma confusão generalizada dos usuários", disse a Google.

"Para solucionar esta confusão, os TLDs na realidade podem fazer com que os usuários recorram aos motores de busca com mais frequência".

Os 185 mil dólares que as empresas e organizações deverão pagar para solicitar TLDs genéricos podem reduzir a explosão dos domínios da internet.

No entanto, as companhias serão pressionadas a comprar os nomes de domínio apenas para garantir que controlem os endereços relacionados às suas marcas ou imagens.

O presidente do ICANN, Peter Thrush, afirmou aos jornalistas que o novo sistema de denominação será uma "grande oportunidade para que as pessoas tomem o controle deste aspecto de sua marca e o desenvolvam a sua maneira".

Observadores da indústria dizem que as grandes empresas mundiais, como a Apple, Toyota e BMW, podem estar na vanguarda do lançamento de sites com seus próprios nomes de domínio: .apple, .toyota, .bmw. As cidades ou as grandes marcas também.

"Em poucas palavras: os novos nomes quase certamente não significam nada em especial para os motores de busca", disse Danny Sullivan, do blog Search Engine Land. "Não terão nenhum superpoder de ranking".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo