Entretenimento

Sátira religiosa e peça sobre cavalo são os grandes vencedores do Tony

13/06/2011 14h41

Nova York, EUA, 13 Jun 2011 (AFP) -O musical "The Book of Mormon", uma sátira religiosa, e a surpreendente "War Horse" foram os principais vencedores da 65º edição do Tony, o Oscar do teatro americano, na premiação celebrada na noite de domingo, em Nova York.

O Tony também premiou uma obra sobre a luta contra a Aids, no 30º aniversário de descoberta da doença, "The Normal Heart", assim como o musical "Anything goes", que retornou à Broadway esta temporada.

"The Book of Mormon" era considerado o favorito e correspondeu às expectativas com nove prêmios, incluindo melhor musical, diretor (Casey Nicholaw e Trey Parker), libreto (Trey Parker, Robert López e Matt Stone), música original e atriz coadjuvante de musical (Nikki James).

"The Book of Mormon" é uma sátira sobre dois jovens missionários mórmons enviados a um remoto vilarejo de Uganda, onde um brutal líder tribal ameaça a população. Os missionários tentam transmitir seus conhecimentos religiosos ante a incompreensão dos locais, preocupados com a fome, a pobreza e a Aids.

Entre as peças dramáticas, a grande vencedora foi a surpreendente e visual "War Horse", que levou cinco estatuetas, incluindo melhor obra e melhor diretor (Marianne Elliott e Tom Morris).

A obra sobre a odisseia de um cavalo que combate nas duas frentes durante a Primeira Guerra Mundial e sua busca por um garoto é um verdadeiro desafio cênico, com marionetes de cavalos em tamanho natural e 35 cenários de campos de batalha.

"The Normal Heart", centrada no surgimento e propagação da Aids em Nova York entre 1981 e 1984, conquistou três estatuetas, incluindo melhor atriz coadjuvante e melhor ator coadjuvante, Ellen Barkin e John Benjamin Hickey.

"Anything goes", um musical apresentado pela primeira vez em 1934, também levou três prêmios, incluindo melhor atriz da categoria (Sutton Forster).

A cerimônia este ano foi transferida do Radio City Music Hall para o Beacon Theatre, com apenas 3.000 lugares.

Surpreendeu a todos a falta de qualquer reconhecimento de atores famosos, como Al Pacino e Vanessa Redgrave, que foram indicados como melhor ator e atriz, mas que deixaram a festa com as mãos vazias.

Estes prêmios foram para Mark Rylance, por "Jerusalem", e Frances McDormand, por "Good people".

Entre as celebridades presentes, estavam o cantor Bono e a atriz Brooke Shields.

O Tony Awards foi instituído em 1947 pelo comitê do American Theatre Wing, uma organização nova-iorquina dedicada a promover o talento e a educação no teatro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo