Topo

Entretenimento

Associação de jornais pede que Correa desista de ação contra El Universo

09/06/2011 17h44

QUITO, Equador, 9 Jun 2011 (AFP) -A Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (Wan Ifra) pediu ao presidente do Equador, Rafael Correa, que desista de uma ação judicial contra o jornal local El Universo, afirmando que esta é um ataque para intimidar os veículos de imprensa, segundo uma carta divulgada em Quito nesta quinta-feira.

"Apelamos novamente para que retire as acusações contra o El Universo, seus três diretores e o jornalista Emilio Palacio", afirmou a organização em uma mensagem publicada pelo observatório equatoriano Fundamedios.

A Wan Ifra, que já tinha enviado outra carta que o governante respondeu em 17 de maio, representa em torno de 18.000 publicações, 15.000 sites e cerca de 3.000 empresas em 120 países.

Correa pede 80 milhões de dólares e três anos de prisão para o diretor, dois subdiretores e o editor de opinião do jornal - um dos mais influentes do Equador - em uma ação apresentada em 21 de março por "calúnia injuriosa".

O motivo da ação judicial foi uma coluna na qual Palacio chamou o presidente socialista de "ditador" e o acusou de ter ordenado a atacar um hospital durante uma rebelião policial em 30 de setembro.

A Wan Ifra, com sede na Alemanha e na França, expressou temor de que "a intimidação dos veículos da imprensa através de ataques desta natureza esteja fomentando a autocensura e tendo um efeito amedrontador sobre o debate público".

Mesmo assim, estimou que as ações penais do presidente socialista contra o El Universo são "desproporcionais" e "não estão em linha com as convenções regionais e internacionais da liberdade de imprensa", das quais o Equador é signatário.

A ação contra El Universo somou-se a outra de 10 milhões de dólares impetrada por Correa em fevereiro contra os jornalistas Juan Carlos Calderón e Christian Zurita, autores do livro "El gran hermano", acusados de "dano moral".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento