Entretenimento

Kirchner assina convênio "histórico" entre a Argentina e a Bienal de Veneza

AFP PHOTO / Filippo MONTEFORTE
Cristina Fernandez Kirchner visita pavilhão argentino na 54ª Bienal de Arte de Veneza (3/5/2011) Imagem: AFP PHOTO / Filippo MONTEFORTE

03/06/2011 18h39

VENEZA, Itália, 3 Jun 2011 (AFP) -A presidente Cristina Kirchner assinou nesta sexta-feira, em Veneza, um acordo considerado "histórico" entre seu país e a Bienal de Arte, pelo qual a Argentina passará a contar com um pavilhão permanente na prestigiada mostra internacional

"Foi um ato histórico. Há tempos, a Argentina desejava uma presença permanente e será, agora, num edifício do século XVI", anunciou o presidente da Bienal, Paolo Baratta.

Durante a cerimônia, foram entregues a Kirchner "as chaves" do futuro pavilhão, um prédio de 1570 que passará por obras de reforma.

Na ocasião, foi inaugurada na sede da Bienal a exposição "Memória e liberdade na arte argentina do século XX", com obras de alguns dos artistas que expuseram em Veneza ao longo do século passado.

O pavilhão terá um espaço de mais de 500 metros quadrados, na chamada Sala delle Armi, e foi concedido pela Bienal para um período de 22 anos.

O custo da reforma foi calculado em 1.500.000 de euros (2.200.000 dólares), aportados pela Argentina.

"O fato de a Argentina ter um pavilhão permanente me enche de orgulho e acho que todos os nossos artistas merecem isso", afirmou Kichner.

A presidente conclui nesta sexta-feira, na Itália, a viagem que começou domingo, no México.

"Criar", "comover", foram as palavras usadas por Kirchner para elogiar o trabalho dos artistas, em particular do veterano León Ferrari, considerado um dos cinco artistas plásticos vivos mais provocadores e importantes do mundo, quem recebeu, em 2007, o Leão de Ouro de melhor artista da Bienal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo