Entretenimento

França: remeter ao Facebook ou Twitter caracteriza 'publicidade ilegal'

31/05/2011 11h37

PARÍS, França, 31 Mai 2011 (AFP) -O Conselho Superior Audiovisual (CSA), órgão regulador francês das telecomunicações, considerou nesta terça-feira que os veículos incorrem em "publicidade ilegal" quando divulgam aos seus telespectadores e ouvintes as suas páginas no Facebook ou Twitter.

O órgão se posicionou após ser consultado por um canal de televisão francês sobre a regulamentação relacionada à publicidade quando "se remete às páginas dedicadas às suas informações nas redes sociais".

O CSA considerou que "indicar a seus telespectadores e ouvintes as páginas dos veículos (de rádio e TV) nas redes sociais sem citá-las possui um caráter informativo, mas dizer quais são as redes sociais em questão assume um caráter publicitário".

O ato constitui violação de um decreto de março de 1992 que "proíbe a publicidade ilegal", afirma o órgão em sua decisão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo