Entretenimento

Miley Cyrus menospreza popularidade de canção associada a Bin Laden

26/05/2011 20h55

CIDADE DO MÉXICO, 26 Mai 2011 (AFP) -A cantora pop Miley Cyrus disse que a popularidade de sua canção "Party in the USA" depois da morte de Osama Bin Laden não lhe interessa, ao falar com a imprensa nesta quinta-feira no México, onde chegou para uma série de shows.

"Politicamente, não tenho nenhum comentário. Não me interessa agradecer Osama por tornar minha música número um nas paradas de sucesso", assegurou Cyrys.

"Não sei se quero unir a figura de Osama bin Laden à de minhas canções, mas, por outro lado, como diz minha tia Dolly, qualquer propaganda é positiva", completou a também atriz de 18 anos que ficou famosa como protagonista da série de televisão Hannah Montana, da Disney.

Cyrus negou que tenham havido incidentes durante sua viagem pela América Latina, qualificando essas informações de "rumores", como um possível roubo em um hotel e um conflito por ter pisado na bandeira da Venezuela em uma apresentação.

"Não sei de onde tiraram essa informação, gostei muito de toda a turnê", respondeu à pergunta de um jornalista sobre o tema.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo