Topo

Entretenimento

Libertada a jornalista Dorthy Parvez da Al-Jazeera

18/05/2011 10h05

DOHA, 18 Mai 2011 (AFP) -O canal de televisão Al-Jazeera anunciou nesta quarta-feira que a jornalista Dorothy Parvez, desaparecida na Síria e que passou alguns dias detidas no Irã, foi libertada e retornou a Doha.

"Dorothy Parvez foi libertada, quase três semanas depois de seu desaparecimento após chegar a Damasco para cobrir os protestos contra o governo sírio", anunciou o canal em um comunicado.

"O mistério sobre o desaparecimento de Dorothy Parvez continuou até sua detenção", afirma a nota.

Parvez, repórter que tem as cidadanias americana, canadense e iraniana, trabalha no serviço em inglês da Al-Jazeera. Segundo as autoridades sírias, ela tentou entrar "ilegalmente" no país em 29 de abril com um passaporte iraniano expirado e por isto foi repatriada ao Irã.

Nesta quarta-feira, o procurador-geral de Teerã, Abbas Jafari Dolatabadi, confirmou que a jornalista ficou detida no Irã para "verificação do passaporte".

"Após várias verificações, ela foi liberada na terça-feira", disse.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento