Entretenimento

SIP 'consternada' com assassinato de jornalistas no Brasil e no Peru

05/05/2011 15h18

MIAMI, 5 Mai 2011 (AFP) -A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) manifestou nesta quinta-feira a sua consternação com o assassinato de dois jornalistas no Brasil e no Peru e pediu que as autoridades de ambos os países investiguem e esclareçam os crimes.

Os jornalistas foram assassinados na terça-feira no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, indicou a instituição.

"Estamos consternados com esses novos crimes que nos afligem e comovem", disse o presidente da SIP, Gonzalo Marroquín.

Valério Nascimento, proprietário e diretor do jornal Panorama Geral, de Rio Claro, estado do Rio de Janeiro, foi assassinado a tiros em frente a sua casa.

Nos últimos dias, Valério tinha denunciado em seu jornal irregularidades que teriam o envolvimento do prefeito da cidade vizinha de Bananal, indicou a SIP, citando o jornal O Globo.

No Peru, o radialista Julio César Castillo Narváez, de 41 anos, da rede Ollantay, foi morto por homens armados enquanto almoçava em um restaurante em Virú, noroeste do país, disse a polícia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo