Entretenimento

Wikileaks: EUA sabiam do complô contra presidente iemenita

08/04/2011 11h59

WASHINGTON, 8 Abr 2011 (AFP) -Os Estados Unidos foram prevenido em 2009 por um alto dirigente da oposição iemenita da existência de um complô que buscava derrubar o presidente Ali Abdullah Saleh através da organização de manifestações, segundo uma mensagem diplomático revelado pelo site WikiLeaks.

Hamid al Ahmar, um empresário iemenita, explicou a um dirigente não identificado da embaixada americana no Iêmen que seriam realizadas manifestações contra o presidente Saleh se ele não garantisse eleições legislativas livres em 2011, segundo a mensagem datada de agosto de 2009, e publicada nesta sexta-feira pelo jornal Washington Post.

Hamid al Ahmar queria mergulhar o país num "caos controlado", inspirando-se nas manifestações que provocaram a saída de Suharto na Indonésia em 1998.

Apesar de impressionada por este projeto, a embaixada americana afirmou que isso só iria "irritar o presidente Saleh".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo