PUBLICIDADE
Topo

Wikileaks: EUA sabiam do complô contra presidente iemenita

08/04/2011 11h59

WASHINGTON, 8 Abr 2011 (AFP) -Os Estados Unidos foram prevenido em 2009 por um alto dirigente da oposição iemenita da existência de um complô que buscava derrubar o presidente Ali Abdullah Saleh através da organização de manifestações, segundo uma mensagem diplomático revelado pelo site WikiLeaks.

Hamid al Ahmar, um empresário iemenita, explicou a um dirigente não identificado da embaixada americana no Iêmen que seriam realizadas manifestações contra o presidente Saleh se ele não garantisse eleições legislativas livres em 2011, segundo a mensagem datada de agosto de 2009, e publicada nesta sexta-feira pelo jornal Washington Post.

Hamid al Ahmar queria mergulhar o país num "caos controlado", inspirando-se nas manifestações que provocaram a saída de Suharto na Indonésia em 1998.

Apesar de impressionada por este projeto, a embaixada americana afirmou que isso só iria "irritar o presidente Saleh".