Topo

Entretenimento

U2 reúne-se com Dilma e lamenta massacre no Rio

08/04/2011 17h54

BRASÍLIA, 8 Abr 2011 (AFP) -A presidente brasileira, Dilma Rousseff, recebeu nesta sexta-feira na residência oficial a popular banda de rock irlandesa U2, e seu líder, Bono Vox, lamentou o massacre ocorrido na quinta-feira em uma escola do Rio de Janeiro, que deixou 12 crianças mortas por um ex-aluno.

"É um dia muito triste para o Brasil", disse Bono ao se encontrar com a presidente, como pode ser visto em um vídeo divulgado no blog oficial da Presidência.

Dilma recebeu a banda no Palácio da Alvorada.

Bono expressou interesse no Bolsa Família e nas ações de combate à Aids. Também disse que, na opinião dele, todo presidente deveria ter como prioridade o combate à pobreza.

Na capela do palácio presidencial, Dilma e os músicos do U2 fizeram um minuto de silêncio em homenagem aos estudantes mortos pelo ex-aluno que, depois de disparar mais de 50 tiros em uma escola pública do Rio de Janeiro na quinta-feira, suicidou-se.

Fãs da banda esperavam fora da cerca do palácio. O U2 inicia neste sábado uma série de três shows em São Paulo.

A banda esteve no Brasil em 2006, quando Bono deu de presente uma guitarra ao então presidente Lula, que foi entregue ao programa Fome Zero.

Dilma recebeu em março a cantora colombiana Shakira. As duas debateram programas sociais e a colombiana deu de presente uma guitarra acústica com seu autógrafo, que também foi doada aos programas sociais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento