Entretenimento

México diz que escultura maia leiloada por valor recorde na França é falsa

23/03/2011 06h57

PARIS, 23 Mar 2011 (AFP) -As acusações do México, de que a escultura de uma deusa maia que foi leiloada na segunda-feira em Paris por um valor recorde é falsa, são "ridículas", declarou à AFP Jacques Blazy, o especialista em peças pré-colombianas que trabalhou no leilão.

"As acusações do México de que a 'Grande Divindade maia', que quebrou o recorde mundial para uma obra maia ao ser vendida por 4,2 milhões de dólares, é de manufatura recente são totalmente ridículas. É uma peça muito conhecida, que foi completamente analisada", declarou Blazy.

A escultura do periodo clássico tardio (550-950 d.C.) foi a peça estrela da grande exposição maia no museu Rath de Genebra, em 1998, que aconteceu com o patrocínio do México, lembrou à AFP Jacques Binoche, da empresa Binoche e Qiquello, que organizou o leilão na casa Druot.

Um comunicado da chancelaria e do Instituto de Antropologia e História (INAH) do México divulgado na terça-feira afirma que a peça "que se atribui à cultura maia e que alcançou o maior preço no leilão é de manufatura recente e não pertence a nenhuma das culturas pré-hispânicas do México".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo