Entretenimento

Ucrânia abre investigação criminal contra ex-presidente Kuchma

22/03/2011 09h37

KIEV, 22 Mar 2011 (AFP) -A Ucrânia abriu uma investigação contra o ex-presidente Leonid Kuchma sobre sua suposta participação na morte do jornalista Georgy Gongadze, informou a promotoria nesta terça-feira.

Kuchma, que ocupou o cargo entre 1994 e 2005, deverá permanecer na ex-república soviética enquanto durar a investigação.

O editor do jornal eletrônico Ukrainska Pravda era conhecido por sua duras críticas às autoridades antes que desaparecesse em 16 de setembro de 2000. Pouco depois viria a ser encontrado decapitado numa floresta na periferia de Kiev.

O assassinato de Gongadze foi denunciado pela oposição e deu início a uma onda de protestos que terminou na Revolução Laranja de 2004, que levou Viktor Yushenko ao poder.

A oposição acusa o ex-presidente Kuchma de ter financiado o crime, uma acusação que ele sempre desmentiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo