Topo

Entretenimento

Sociedade organizada viveu na Califórnia há 12 mil anos

03/03/2011 16h57

WASHINGTON, 3 Mar 2011 (AFP) -Vestígios de uma economia diversificada baseada em atividades marinhas que datam de 11.400 a 12.200 anos foram descobertos em ilhas em frente à costa da Califórnia (oeste dos EUA), segundo pesquisa publicada nesta quinta-feira na revista científica americana Science.

A descoberta foi feita em sítios do parque nacional das Ilhas do Estreito (ou Channel Islands), arquipélago de oito ilhas, situado no Oceano Pacífico, em frente a Los Angeles.

Uma equipe de 15 cientistas, liderada por especialistas da Universidade do Oregon e do Instituto Smithsonian, encontrou ali várias pontas de projéteis que datam da época mencionada.

Estes objetos foram descobertos com restos de conchas, focas, peixes e cormorões (aves marinhas).

Alguns destes projéteis, encontrados intactos, são tão sofisticados que seu uso não podia se limitar à pesca ou à caça, disse Jon Erlandson, professor de antropologia e diretor do Museu de História Natural e Cultural da Universidade de Oregon (noroeste).

"Estes diferentes objetos estão entre os primeiros vestígios de atividades econômicas vinculadas ao oceano e de adaptação marítima nas Américas e outro exemplo da diversidade de economias paleoindígenas (relativas às primeiras populações da América do Norte)", explicou o antropólogo, que há 30 anos faz buscas arqueológicas nestas ilhas.

"As pontas - de flechas e arpões - são extraordinárias e a qualidade da fabricação, surpreendente", acrescentou.

"Trata-se de uma tecnologia muito sofisticada do tratamento da pedra", disse, destacando que as pontas das flechas em sílex são muito diferentes das de de duas faces deixadas em todas as partes da América do Norte pelos primeiros habitantes do continente, há 13.500 anos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento