Entretenimento

Christian Dior suspende Galliano à espera da investigação por violência

25/02/2011 11h24

PARIS, 25 Fev 2011 (AFP) -O estilista John Galliano foi suspenso de sua funções pela maison Christian Dior para ficar à espera do resultado da investigação depois que o criador foi detido, na véspera, por ter proferido "insultos de caráter antissemita".

O estilista britânico permaneceu detido por algumas horas na noite de quinta-feira em Paris por "violência leve" e por ter proferido "insultos de caráter antissemita", indicaram nesta sexta fontes policiais.

Segundo a polícia, o principal estilista da grife Dior teria xingado um casal no terraço de um café, no badalado bairro do Marais - mais conhecido como o bairro judaico da capital francesa. De acordo com testemunhas, Galliano estaria bastante alcoolizado.

Um teste do bafômetro indicou 1,1mg de álcool por litro de ar, segundo a polícia.

"Neste momento, não sabemos as razões pelas quais ele insultou este casal", indicou uma fonte policial.

Após o episódio, Galliano, de 50 anos, foi rapidamente detido pela polícia e levado para uma delegacia do oitavo distrito.

O estilista foi libertado pouco depois "por ordem da promotoria", segundo as mesmas fontes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo