Topo

Entretenimento

Chávez minimiza influência das redes sociais na queda de Mubarak

13/02/2011 17h13

CARACAS, Venezuela, 13 Fev 2011 (AFP) -O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, minimizou neste domingo o papel das redes sociais na renúncia do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, e afirmou que a pobreza extrema foi a causa fundamental de sua queda.

"Lá (no Egito), se havia uma ditadura e mais da metade da população vivia na pobreza extrema, essa é a causa fundamental da queda", declarou Chávez em seu programa de rádio e televisão "Alô Presidente".

"Algumas pessoas querem dizer que é a revolução do Twitter. Não... Não há uma revolução que seja planejada a frio, por celular ou o Twitter, é um incêndio. Tem que haver condições, e as revoluções nascem pelo acúmulo de condições", concluiu.

Antes de renunciar, Mubarak tentou sufocar a revolta popular cortando o acesso à internet. Mas o Google uniu forças com o Twitter para criar uma ferramenta que permitisse aos egípcios "tuitar" por telefone, o que facilitou a comunicação entre os dissidentes.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento