Entretenimento

Turcos ou alemães? Berlinale vê filme sobre a situação dos imigrantes

12/02/2011 14h01

BERLIM, 12 Fev 2011 (AFP) -A jovem cineasta alemã Yasemin Samdereli, nascida em Dortmund de pais turcos, conta em tom de comédia as dificuldades de integração dos filhos de imigrantes na sociedade alemã contemporânea no filme "Almanya", exibido neste sábado no Festival de Berlim, fora de competição.

Dois milhões de turcos vivem atualmente na Alemanha, país que nos anos 50 abriu as portas para imigrantes da Turquia, Espanha e Itália para a reconstrução. "Almanya", que tem o subtítulo "Willkommen in Deutschland" (Bem-vindo à Alemanha) é a forma como os turcos chamam o país.

O filme, com roteiro de Nesrin Samdereli, irmã da cineasta, mostra a evolução da situação destes estrangeiros procedentes de Istambul e Anatolia, que ajudaram na concretização do "milagre alemão". O longa se passa em 1964, quando o imigritante de número um milhão foi recebido na então Alemanha Ocidental.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo