Entretenimento

Convocada pelo Facebook manifestação contra 'monocracia' síria

01/02/2011 13h30

NICÓSIA, 1 Fev 2011 (AFP) -Uma convocação para um protesto, na sexta-feira, contra a "monocracia, a corrupção e a tirania" na Síria foi convocada nos últimos dias pela site de relacionamentos Facebook, censurado pelas autoridades sírias, enquanto importantes manifestações no Egito pedem a renúncia do presidente Hosni Mubarak.

Uma comunidade do Facebook, que reunia mais de 7.800 membros na manhã desta terça-feira, lançou um chamado à manifestação pela "Revolução Síria 2011".

Jovens sírios foram convocados a protestar na sexta-feira, após as orações nas mesquitas, na "primeira jornada da ira do povo sírio e de rebelião civil em todas as cidades sírias".

"Vocês se parecem com os jovens de Tunísia e Egito. Não queremos uma revolução violenta, mas um levante pacífico (...) Ergam a voz de forma pacífica e civilizada, pois expressar as opiniões é garantido pela Constituição", informou o grupo em um comunicado publicado no site.

"Não se deve aceitar a injustiça", ressaltou.

"Não somos contra ti, mas contra a monocracia, a corrupção e a tirania e o fato de que a tua família e teus próximos tenham monopolizado as riquezas", acrescentou o texto, em alusão ao presidente sírio, Bashar al Asad.

O Facebook é bloqueado pelas autoridades sírias, mas os internautas, graças a alguns programas, conseguem evitar a censura.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo