Topo

Entretenimento

Assange está preocupado com sobrevivência do WikiLeaks

11/01/2011 07h03

PARIS, 11 Jan 2011 (AFP) -O portal WikiLeaks, imerso em dificuldades financeiras, "não conseguirá sobreviver da maneira que está", declarou nesta terça-feira seu fundador, o australiano Julian Assange, em entrevista à rádio francesa Europe 1.

"Não conseguiremos sobreviver da maneira que estamos", disse Assange, que provocou a ira dos Estados Unidos ao divulgar no site milhares de documentos confidenciais de suas embaixadas em todo o mundo.

"O dinheiro dos doadores tem dificuldades para chegar até nós, porque todas as nossas contas estão bloqueadas. Calculo que estejamos perdendo 500.000 euros por semana", acrescentou. Mas "vamos tentar nos recuperar".

Assange, que está em liberdade vigiada, afirmou à mídia suíça que seu site está tendo um prejuízo de mais de 480.000 euros por semana desde o começo da divulgação das mensagens diplomáticas americanas.

O australiano aguarda a decisão da justiça britânica sobre um pedido extradição emitido pela Suécia, onde é processado por "agressões sexuais". A data do julgamento será decidida em Londres nesta terça-feira.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento