PUBLICIDADE
Topo

LL Cool J faz rap em homenagem a George Floyd: 'Deixou um buraco'

26.jan.2020 - LL Cool J durante cerimônia do Grammy - Axelle / Bauer-Griffin / FilmMagic
26.jan.2020 - LL Cool J durante cerimônia do Grammy Imagem: Axelle / Bauer-Griffin / FilmMagic

Do UOL, em São Paulo

02/06/2020 13h23

Falando sobre a morte de George Floyd, LL Cool J compartilhou um vídeo fazendo um rap em apoio ao movimento "Black Lives Matter". O ator também descreveu as ações violentas da polícia em protestos pelos Estados Unidos.

"Por 400 anos, você estava de joelhos no pescoço", começa dizendo LL Cool J, fazendo referência à maneira como Floyd morreu.

George Floyd, um homem negro de 40 anos, morreu no dia 25 de maio depois de ter sido imobilizado com um joelho sobre o pescoço durante uma abordagem policial violenta na cidade de Minneapolis, no estado norte-americano de Minnesota.

"Coquetéis molotov, anarquia no set / Os ricos pegaram o saque, então agora saqueamos / Sentindo-se como um tigre enjaulado, chicoteado para fazer truques / Foi por isso que comecei incêndios, gritei e joguei tijolos", segue a letra em protesto. "Ver aquele homem morrer devagar deixou um buraco", completa.

O ator citou outros membros da comunidade negra norte-americana que também foram mortos pela polícia, incluindo Michael Brown, Trayvon Martin, Amadou Diallo, Breonna Taylor, Sean Bell, Eric Garner, Tamir Rice e Oscar Grant.

LL Cool J é um dos vários artistas que se manifestou após a morte de George Floyd. Entre as estrelas que também manifestaram apoio ao movimento "Black Lives Matter" estão Jay-Z, Beyoncé, Rihanna, Spike Lee, entre outros.