Topo

Música

Jaguar elétrico usado no casamento real pertenceu a músico do Jamiroquai

Steve Parsons/AFP
Príncipe Harry e a duquesa de Sussex deixam o castelo de Windsor em um Jaguar elétrico Imagem: Steve Parsons/AFP

Do UOL, em São Paulo

22/05/2018 07h46

Uma das cenas mais icônicas do casamento real entre o Príncipe Harry e Meghan Markle foi o momento em que o casal deixou o castelo de Windsor dirigindo um Jaguar conversível cor azul, montado entre 1961 e 1975. O veículo teve o seu motor adaptado para funcionar com eletricidade.

O carro, modelo E-Type, descrito por Enzo Ferrari como o "carro mais bonito do mundo", pertenceu a Toby Smith, músico e compositor do Jamiroquai, que morreu aos 46 anos, em 2017 após ter sido diagnosticado com câncer.

Divulgação
Toby Smith, tecladista do Jamiroquai, que morreu de câncer em 2017 Imagem: Divulgação

O Jaguar, avaliado em 350 mil libras (aproximadamente R$ 1,73 milhões de reais), foi vendido após a sua morte pela viúva Gabriella, com quem teve três filhos. Toby foi aluno do Marlborough College, o mesmo internato onde também estudou a Duquesa de Cambridge.

Gabriella, em entrevista ao jornal Daily Mail, disse que o brilho de seu marido está em todos os lugares e confirmou que o carro pertenceu mesmo a Toby. Um detalhe curioso no veículo, foi a sua placa personalizada, com a data do casamento de Meghan e Harry: E190518. Em 2011, quando o príncipe William se casou com Kate Middleton, ele deixou o Palácio de Buckingham dirigindo um Aston Martin DB6.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!