Entretenimento

Relembre seis artistas que foram assassinados pelos fãs

Divulgação
Artistas que foram assassinados por fãs: John Lennon, Sharon Tate, Selena, Dimebag Darrell e Rebecca Schaffer Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

27/05/2017 04h00

O mundo do entretenimento é de glamour mas também oferece muitos perigos para os famosos. Não é raro encontrar casos em que fãs mataram seus artistas favoritos. Talvez o assassinato mais conhecido seja o do ex-beatle John Lennon, quando ele tinha 40 anos. Outros crimes que também chocaram o mundo foram os assassinatos do guitarrista do Pantera Dimebag Darrell e da cantora latina Selena.

Relembre os Crimes

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    John Lennon

    O ex-beatle John Lennon foi assassinado no dia 8 de dezembro de 1980, aos 40 anos, quando voltava para o seu apartamento, no edifício Dakota, em Nova York. O assassino, Mark David Chapman, era fã dos Beatles e atirou pelas costas cinco vezes com um revólver calibre 38. Quatro tiros acertaram Lennon, que morreu no hospital. O assassino ficou no local segurando o livro "O Apanhador no Campo de Centeio", de J. D. Salinger. O assassino foi preso e condenado à prisão perpétua, onde é mantido até hoje.

  • Imagem: Viven Killilea/AFP
    Viven Killilea/AFP
    Imagem: Viven Killilea/AFP

    Christina Grimmie

    A ex-participante do programa The Voice, nos Estados Unidos, Christina Grimmie, foi assassinada no dia 11 de junho de 2016, aos 22 anos, por Kevin James Loibl, que portava dois revólveres e uma faca de caça. Christina foi morta após um show com sua banda Before You Exit, em Orlando, na Flórida, enquanto concedia autógrafos. O assassino nutria um amor doentio pela cantora e após o crime, ele se suicidou.

  • Imagem: Getty
    Getty
    Imagem: Getty

    Dimebag Darrell

    O guitarrista do Pantera e do Damageplan, Dimebag Darrell, foi morto no dia 8 de dezembro de 2004, aos 38 anos, em Columbus, no estado americano de Ohio. O crime ocorreu durante o show da banda Damageplan. Durante um tumulto causado por Nathan Gale, ele atirou no guitarrista e em seguida subiu no palco para atirar em outras pessoas, matando também o fã Nathan Bray, o funcionário do clune Erin Halk e o chefe de segurança Jeff Thompson. No total, 15 pessoas foram atingidas. Gale foi morto por policiais enquanto atirava nas outras pessoas. O motivo do crime ainda não foi solucionado, embora testemunhas tenham ouvido ele gritar algo sobre a dissolução do Pantera.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Selena

    O assassinato da cantora Selena Quintanilla-Pérez no dia 31 de março de 1995, aos 23 anos, chocou os Estados Unidos. Na época, ela rivalizava com Shakira e Gloria Estefan entre as artistas latinas que mais vendia álbuns no mundo. Ela foi morta por Yolanda Saldívar, presidente de seu fã-clube, que foi descoberta desviando dinheiro da família e demitida. Após uma discussão em um hotel, Yolanda sacou uma arma e apontou para a própria cabeça, Selena tentou fugir, mas foi atingida por um tiro nas costas. Mesmo baleada, Selena conseguiu correr até a recepção e contou o que tinha ocorrido. Ela foi levada ao hospital onde morreu. Yolanda foi condenada à prisão perpétua. Em 1997, a história da cantora virou filme com Jennifer Lopez no papel principal.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Rebecca Schaffer

    Em 18 de julho de 1989, aos 21 anos, a atriz Rebecca Schaeffer foi morta na porta de sua casa pelo fã Robert John Bardo, que a perseguia desde 1986. O crime motivou a criação de leis contra stalking, como proibição do departamento de trânsito do estado forneça o endereço dos donos de automóveis. O assassino foi condenado à prisão perpétua. Bardo também carregava uma cópia do livro ?O Apanhador no Campo de Centeio? quando matou Rebecca. Ele afirmou que foi apenas uma coincidência e que não estava copiando o gesto de Mark David Chapman, assassino de John Lennon.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Sharon Tate

    A atriz Sharon Tate, mulher de Roman Polanski, foi assassinada aos 26 anos, de maneira brutal quando estava grávida de oito meses, por um bando a mando de Charles Manson, mataram a atriz com 16 facadas, várias delas na barriga. O grupo continuou cometendo outros assassinatos nas redondezas. Charles Manson foi condenado à prisão perpétua e cumpre pena na penitenciária estadual de Corcoran, na Califórnia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo