Topo

Filmes e séries

Novo filme de Polanski parece uma cópia mal feita de livro de Stephen King

Divulgação
Cena do filme "Baseado em Fatos Reais" Imagem: Divulgação

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

11/04/2018 10h38

O mais novo filme de Roman Polanski, “Baseado em Fatos Reais”, é inspirado no livro homônimo da escritora francesa Delphine de Vigan que, por sua vez, é claramente inspirado no enredo de “Angústia”, livro de Stephen King que na adaptação para o cinema ganhou o título de "Louca Obsessão". O resultado é um colcha de retalhos de situações inverossímeis e, talvez, o pior filme da carreira do diretor.

No enredo, a escritora Delphine (interpretada pela mulher de Polanski, Emmanuelle Seigner) conhece Elle (Eva Green), uma de suas fãs. Aos poucos, as duas se aproximam e Elle fica cada vez mais presente na vida pessoal da autora.

Delphine está enfrentando um bloqueio criativo devastador e o simples vislumbre de uma página em branco causa nela uma angústia difícil de suportar. Inexplicavelmente, a autora permite que Elle se aproxime cada vez mais de sua vida, chegando ao cúmulo de dar a senha do computador, acesso ao e-mail pessoal e a chave de casa.

É a partir deste momento que “Baseado em Fatos Reais” começa a ficar parecido com “Louca Obsessão”, dirigido por Rob Reiner em 1990.

Delphine quebra a perna em um acidente e Elle decide levá-la para uma casa isolada no interior do país. Com a desculpa de “criar um ambiente propício para o trabalho”, Elle isola Delphine do mundo enquanto dá “dicas” sobre como a autora deve escrever seu próximo romance. Tudo isso entremeado por inexplicáveis acessos de fúria de Elle quando contrariada por Delphine.

Aos 84 anos, Roman Polanski conta essa história utilizando pouquíssimos cenários, como o apartamento de Delphine em Paris, uma cafeteria, uma livraria e uma casa no interior do país.

Mas o diretor de “O Bebê de Rosemary” e ganhador de um Oscar por “O PIanista” se perde ao fazer referências demais a “Louca Obsessão”, como se ele próprio fosse obcecado pela história de Stephen King (embora nunca citado na trama).

A maneira como o enredo foi arquitetado em "Baseado em Fatos Reais" está longe de ser original e um espectador um pouco mais atento será capaz de sacar rapidamente que o problema de Delphine é muito mais grave do que um simples bloqueio criativo.

Os pontos positivos? O carisma e no talento de Eva Green e Emmanuelle Singer. E o final que, obviamente, não revelaremos nesta reportagem, é completamente diferente de “Louca Obsessão”.

A seguir, apontamos cinco momentos semelhantes entre entre os dois filmes.

Cena a cena

  • Fã psicopata

    Elle, a fã de "Baseado em Fatos Reais", vai se aproximando aos poucos da escritora e após ganhar a sua confiança, passa a agir de maneira descontrolada. Em "Louca Obsessão", Annie Wilkes (Kathy Bates, que ganhou o Oscar de melhor atriz pelo papel) resgata seu autor favorito após ele sofrer um acidente de carro e o leva para a sua casa.

  • Escritor com bloqueio criativo

    Em ambos os filmes, os personagens principais enfrentam problemas com seus próximos livros. No filme de Polanski, a escritora não consegue fazer o próximo trabalho pois está com um bloqueio criativo. Em "Louca Obsessão", o escritor Paul Sheldon, em seu último livro, decide matar sua personagem mais famosa, despertando a fúria da fã.

  • Reprovação de manuscritos

    Em "Baseado em Fatos Reais", a escritora Delphine mostra os manuscritos para a sua fã, Elle, que odeia o resultado e começa a dizer para a escritora como ela deve fazer o próximo trabalho. Já em "Louca Obsessão", quando a enfermeira descobre que sua personagem favorita vai morrer, ela obriga o escritor a fazer um novo livro contando outra história.

  • Perna quebrada em um acidente

    Em ambos os filmes, os personagens principais quebram as pernas em acidentes. Delphine cai da escada e Paul Sheldon sofre um acidente de carro. Em uma cena antológica de "Louca Obsessão", a enfermeira quebra os tornozelos do autor. Em "Baseado em Fatos Reais", por sua vez, Delphine sonha que Elle quebra seus pés com um rolo de abrir massas.

  • Cenários

    Outra semelhança em ambos os filmes é o cenário: uma casa afastada na floresta. Nos dois filmes, os escritores ficam presos em uma cama enquanto seus algozes preparam comidas e obrigam que eles comam, além de tentar droga-los com remédios de procedência duvidosa. Em caso de recusa, tanto Elle quanto Annie Wilkes reagem violentamente. Nos dois filmes há cenas muito semelhantes, como um acesso de fúria em que eles jogam uma cumbuca de sopa contra a parede.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor