PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

"Batman vs Superman" é atração da Tela Quente: 5 motivos para ver o filme

Ben Affleck e Henry Cavill em cena de "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" (2016) - Reprodução
Ben Affleck e Henry Cavill em cena de "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" (2016) Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

22/10/2018 14h39

Mais de dois anos depois de causar polêmica entre fãs de super-heróis ao ser lançado nos cinemas, "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" se prepara para estrear na TV aberta nesta segunda-feira (22), quando será exibido na Tela Quente da Rede Globo.

Em 2016, alguns fãs criticaram a visão sombria do diretor Zack Snyder sobre o confronto entre os dois heróis, a crítica recebeu o filme de forma morna e a arrecadação nas bilheterias (US$ 850 milhões ao redor do mundo) foi menor do que o esperado.

O filme que continuou a história de "Homem de Aço" (2013) e impulsionou o universo cinematográfico da DC para a expansão que vemos hoje segue um dos mais controversos dos últimos tempos.

Separamos cinco bons motivos para assisti-lo, independente de suas polêmicas:
 

  • O pesadelo

    Um dos momentos mais discutidos de "Batman vs Superman" é o pesadelo do Homem-Morcego com uma Terra destruída após os consideráveis poderes do Superman serem voltados para o mal. Com um visual bem distinto e imagens de gelar a espinha, a cena exemplifica quão bem o filme de Snyder funciona quando aposta em uma grande influência do cinema de terror.

    A cena contém também várias pistas sobre o futuro do universo DC nos cinemas - isso caso os planos originais de Snyder e companhia sejam mantidos para os próximos anos, é claro. O símbolo encarado por Batman na imagem acima, por exemplo, é uma premonição da chegada do terrível vilão alienígena Darkseid.

  • A simbologia

    Zack Snyder sempre foi chegado a uma boa simbologia. O diretor construiu seus filmes do universo DC baseado em paralelos traçados entre o poder do Superman e figuras salvadoras da história humana, como Jesus Cristo. O momento em que o herói salva várias pessoas no México e é venerado pelos habitantes como um deus deixa essa influência bem clara.

    "Batman vs Superman" está cheio de momentos assim, com ambos os seus heróis principais estrelando cenas que remetem aos quadrinhos ou à própria essência de sua criação. Isso sem contar a pintura à óleo pendurada no escritório de Lex Luthor (Jesse Eisenberg), é claro, que ilustra toda a filosofia do vilão.

  • Mulher-Maravilha

    Embora o filme solo da heroína, lançado em 2017, seja vastamente superior, a primeira aparição de Gal Gadot como a Mulher-Maravilha ocorreu em "Batman vs Superman". Vemos a personagem em ação apenas no clímax do filme, enquanto ela permanece uma figura misteriosa no restante da história, mas a espera definitivamente vale a pena.

    A sua entrada na batalha dos dois heróis principais contra o monstruoso Apocalypse é um dos momentos mais icônicos do universo cinematográfico da DC até hoje. É quase como se o filme, por todos os seus defeitos, valesse a pena para que uma personagem como esta finalmente ganhasse os holofotes.

  • A trilha

    Hans Zimmer é sempre um prazer de se ouvir, especialmente em filmes de escopo épico como "Batman vs Superman". Cheio de sintetizadores graves, seu trabalho aqui é instantaneamente icônico - o tema da Mulher-Maravilha, levado pela guitarra, marcou tanto que foi reaproveitado em todas as reaparições da heroína no cinema.

    A trilha é também fruto da parceria de Zimmer com Junkie XL, então saído de seu trabalho em "Mad Max: Estrada da Fúria". O resultado é uma combinação de sutileza e peso, que carrega até os momentos mais fracos do filme nas costas.

  • A luta

    Não importa quais críticas você tenha a "Batman vs Superman", é impossível negar que a luta entre os dois ícones da DC é empolgante de se ver. Visto que o Homem-Morcego usa uma variedade de técnicas inteligentes e derivados de kryptonita para enfraquecer o seu adversário, os dois podem lutar de igual para igual a maior parte do tempo.

    Sob chuva inclemente, os dois heróis não poupam estratégias nem brutalidade no confronto, que passa por diversos cenários e parece se encaminhar para um clímax inesperado... até o infame momento em que Superman deixa escapar aquelas palavras polêmicas: "Você está deixando ele matar Martha!".

Entretenimento