Topo

Coluna

Chico Barney

Teoria da conspiração: Globo mantém contrato secreto com Emilly do BBB?

Instagram/Reprodução
A ex-BBB Emilly Araújo Imagem: Instagram/Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

11/07/2018 08h58

Prezado leitor, o senhor já viu Emilly Araújo dando longos depoimentos sobre a vida no Superpop? Por acaso teve a oportunidade de tropeçar em versões da irmã da Mayla sobre a reta final daquela temporada do BBB que preferíamos esquecer? E vou além: será que o alfabetizado camarada chegou a se inscrever no canal dela no YouTube?

A resposta mais provável para as perguntas do parágrafo anterior é “quem diabos é Emilly Araújo?”, imagino. Caso conheça a luminosa figura da qual estou falando, é certo que respondeu “não” a todos os meus humildes questionamentos.

A elegante gaúcha monozigótica deu diversas demonstrações ao longo da bem sucedida carreira de estrela de reality show que gosta muito de compartilhar suas ideias, contar suas versões para os fatos e brilhar sob os holofotes. Tais características não combinam com a trajetória tão discreta, longe da televisão e tímida nas redes sociais.

O estranhamento fez a coluna lembrar de uma história que Monique Amin, egressa do BBB12 e da última Fazenda, contou ao Silvio Santos, o repórter investigativo que o Brasil não merece, mas precisa. Releia comigo, inoxidável leitor, trecho do texto que Maurício Stycer fez sobre o caso, no começo deste ano.

“Monique se envolveu em uma grande polêmica no reality da Globo logo na primeira semana. Ao final de uma festa, ela se deitou com outro participante, o também modelo Daniel. Ela estava aparentemente embriagada. Imagens que vazaram levaram a Globo a expulsar Daniel por “grave comportamento inadequado”. O público foi informado da situação, mas nem Monique nem os demais participantes souberam por que o modelo deixou o reality.”

Abaixo, a transcrição do papo entre Monique e Sílvio, realizada também pelo intrépido Stycer.

Silvio: Mas pagaram pra você dois anos sem você fazer nada?
Monique: Dois anos.
Silvio: Quem você namorou lá?
Monique: Juro que ninguém.
Silvio: Como é que uma empresa de televisão contrata uma moça bonita, fica dois anos pagando salário e você não faz nada?
Monique: Pra abafar o caso?
Silvio: Ah, teve algum problema? Não pode falar? Quer dizer que você esteve no programa, aconteceu qualquer coisa e, pra você não falar o que aconteceu, a Globo deixou você não falar o que aconteceu, a Globo deixou você ficar lá dois anos.
Monique: É. Não disseram que era por isso.

Curiosamente, quem estava participando da brincadeira com Monique Amin era justamente Marcos Harter, que teve turbulento affair com Emilly Araújo durante o BBB17 de tão triste memória.

A história do casal terminou de maneira bastante pesada, com a expulsão do nobre doutor por “indícios de agressão física”, segundo o texto lido por Leifert à época. Nos meses que se seguiram, Harter fez diversos comentários jocosos sobre a ex e também a respeito da Globo. No final do mesmo ano, foi vice-campeão da Fazenda.

Será exagero imaginar que a emissora, no intuito de fazer um compreensível controle de danos à imagem do programa, mantém Emilly até hoje sob contrato? Com o precedente dedurado por Monique, é plenamente possível acreditar que é isso que mantém a campeã afastada do circuito das outras emissoras e também do canal do YouTube que ela havia prometido lançar. Uma pena para os fãs, mas sem maiores prejuízos às cintas modeladoras que patrocinam a ex-BBB.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!