Topo

Coluna

Chico Barney

Marquezine e Neymar misturam fofoca com marketing para vender calcinha

Reprodução/Instagram/neymarjr
Neymar se declara para Bruna Marquezine Imagem: Reprodução/Instagram/neymarjr
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

23/05/2018 22h52

Como foi o primeiro beijo de Bruna Marquezine e Neymar? Como ela gosta que o namorado durma? Qual cor de batom ele prefere nos lábios da atriz? Esses questionamentos seriam material para revistas de fofoca, mas nas mãos certas viraram arsenal para a mais ruidosa campanha publicitária do país em algum tempo.

Com o popular casal a frente, uma cadeia internacional de vestuário pretende vender muita cueca e calcinha neste dia dos namorados. Os rumores sobre cachê apontam que o valor gira em torno de R$ 2 milhões.

Ver este elenco em uma produção de primeira trabalhando a serviço da fofoca é um alento. Outrora relegada por artistas e executivos como um nicho menos importante no consumo de entretenimento, hoje é amplamente reconhecida como motor fundamental da indústria.

Outro aspecto pós-moderno a respeito da campanha é o pleno controle que Bruna e Neymar procuram ter sobre a narrativa de suas vidas pessoais. É uma tendência mundial das celebridades de primeira linha.

Desde a façanha de pautar meios de comunicação a partir de posts do Instagram, chegando até a níveis mais sofisticados, como a forma com que Beyoncé usa seu trabalho artístico para transformar em assunto sua vida íntima. Ou será vice-versa? Se for para falar de intimidades, que seja por um bom dinheiro.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!