Topo

Coluna

Chico Barney

Crimes brasileiros: casos Richtofen e Nardoni chegam à Netflix

Folhapress
O casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, condenados pela morte de Isabella Imagem: Folhapress
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

15/05/2018 20h43

Uma das especialidades da Netflix é a distribuição de boas séries sobre crimes reais. Desde “Making a Murderer” que a plataforma de streaming vem apresentando ao público histórias escabrosas, que mostram o quanto a vida pode ser mais estranha que a ficção.

Apesar do nosso país ser infelizmente pródigo na realização de estranhas barbáries, ainda não é muito comum ver produtos audiovisuais sobre crimes brasileiros. Mas uma série de 2012 acaba de entrar no catálogo da Netflix, e originalmente produzida pela Medialand para o AXN: “Investigação Criminal Brasil”.

Cada episódio traz um caso célebre do bestiário nacional. São apresentados alguns dos episódios contemporâneos mais marcantes, daqueles que provocaram marcas em toda a sociedade. Com o enfoque na investigação, conforme prometido no título da série, a abordagem é extremamente técnica, com entrevistas de legistas e outros profissionais envolvidos na elucidação das histórias.

Marcelo Goncalves/Sigmapress
Suzane Louise Von Richthofen foi condenada pela morte dos pais Imagem: Marcelo Goncalves/Sigmapress

Deixando a comoção humana de lado, o texto às vezes soa ainda mais cruel pela frieza da narrativa. Precisa ter estômago para aguentar alguns detalhes sórdidos sobre o assassinato de Isabella Nardoni, por exemplo.

Em 8 capítulos, a série documental consegue surpreender com informações pouco conhecidas de casos tão célebres quanto aquele de Suzane Von Richtofen, do médico Farah Jorge Farah e do Maníaco do Parque.

Para quem curte valorizar a vida enquanto contempla o abismo, “Investigação Criminal” é um ótimo programa.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!