Topo

Coluna

Chico Barney


Conheça as 'mães' que cuidam de bonecos como se fossem filhos

Reprodução
Cena do trailer "Meu Bebê Reborn" Imagem: Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

13/05/2018 16h57

O canal por assinatura GNT estreou na última semana o documentário "Meu Bebê Reborn", que aborda uma cultura de nicho bastante curiosa. 'Bebê Reborn' é um tipo de boneco extremamente realista, uma febre em ebulição no YouTube. Um séquito cada vez maior cuida das crianças de silicone como se fossem filhos: levam para passear, dão banho, colocam para brincar com amiguinhos.

A comunidade em torno dessa prática é fascinante. O Brasil é um dos principais mercados do mundo, de acordo com a fábrica dos bonecos no Michigan, EUA. O preço varia entre 600 e 900 reais, fora algumas edições especiais. Ainda existe todo um mercado de artesãs que personalizam os bonecos e são chamadas de cegonhas, se é que você me entende.

Dirigido por Joana Nin e produzido pela Sambaqui Cultural, o filme traça uma narrativa bastante respeitosa, sem deixar de exibir o lado mais pitoresco da situação. Com tanto marmanjo consumindo badulaque de super-herói, qual o problema se uma galera resolveu brincar de boneca com a chegada da meia-idade?

É um programão para esse dia das mães. A quem interessar possa, já está disponível no GNT Play.

Voltamos a qualquer momento com novas informações

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Newsletters

Receba por email as principais notícias do UOL sem pagar nada.

Quero receber