Topo

Coluna

Chico Barney

"Conversa com Bial" é bom demais para a TV aberta?

Ramón Vasconcelos/Globo
Pedro Bial no "Conversa com Bial", da TV Globo Imagem: Ramón Vasconcelos/Globo
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

04/05/2018 15h01

Com o fim do BBB 18, não consigo pensar em programa mais importante e relevante no ar do que "Conversa com Bial". O talk show é comandado por um dos mais talentosos jornalistas do Brasil e apresenta sempre um trabalho refinado de interesse e respeito genuínos a respeito dos entrevistados.

O contexto que é ofertado ao público poucas vezes encontra semelhantes na TV aberta. Evita a todo custo escapar da tacanhice rasa e espetaculosa que assistimos com mórbido interesse em outras atrações. A pesquisa sobre a capivara dos entrevistados, além do resgate de imagens e documentos históricos, abrilhanta o fim de noite da Globo.

Importante notar que na última quarta-feira o telespectador foi agraciado com uma sequência de produtos brilhantes da emissora. Primeiro veio o Profissão Repórter em noite de gala, com jornalismo atento ao fator humano das ocupações pelo país. Caco Barcellos e sua equipe estão ligados nas questões da sociedade, independente do factual. E por isso que possuem à mão material tão rico quando algo como o incêndio no Largo do Paissandu acontece.

Ramon Vasconcelos/TV Globo
Pedro Bial canta com Chitãozinho & Xororó em seu programa Imagem: Ramon Vasconcelos/TV Globo

Logo na sequência, Renata Lo Prete deu mais algumas indicações de por que foi a melhor opção para ancorar o Jornal da Globo. É o mais denso e bem acabado telejornal do Brasil, também investindo em ricas contextualizações sobre o noticiário. Com seu carisma sisudo, Renata ganha ainda mais pontos na indelicada (ainda que inevitável) comparação com seu antecessor, pois não ostenta qualquer traço daquele cinismo elitista.

E Pedro Bial encerrou a trifeta campeã do fim de noite com uma entrevista interessante sobre ‘fake news’ com Luiz Fux, Ministro do Supremo. Pelo horário e com algum tempo para desenvolver o papo, o talk show é uma evolução do que Bial tentou fazer em ‘Na Moral’ e também no seu programa do mesmo gênero no GNT.

A dúvida que fica é se o público da TV aberta está interessado nesse tipo de entretenimento. Julgando pela audiência, não dá pra dizer que disputas eventualmente acirradas com Danilo Gentili sejam algo animador. De qualquer forma, é de bom alvitre que a Globo siga insistindo em material de tamanha qualidade. Pelo menos enquanto não estreia o BBB 19, claro.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!