Topo

Coluna

Chico Barney

Nada parece natural no "reality" da Gretchen

Thiago Duran/AgNews
Gretchen no lançamento do reality "Os Gretchens", do canal pago Multishow Imagem: Thiago Duran/AgNews
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

24/04/2018 09h53

“Os Gretchens” é o mais novo esforço do Multishow em um subgênero de reality show pouco explorado por aqui, o de realidade brifada. Trata-se de um tipo de programa que pega pessoas e relações reais e insere em contextos razoavelmente ensaiados.

Por mais que as situações sejam calculadas para render bons momentos para a captação audiovisual, é esperado um mínimo de espontaneidade. Não tivemos nenhuma passagem sequer parecida com isso no episódio de estreia. Muito pelo contrário - tudo é milimetricamente planejado, no intuito de garantir boas imagens para que o amigo internauta faça memes nas redes sociais.

LEIA TAMBÉM

Apesar da boa intenção, essa dinâmica não costuma funcionar assim. É verdade que Gretchen está entre as poucas celebridades do mundo que conseguiram uma volta por cima graças a GIFs animados. Isso por conta da presença da cantora em reality shows como "A Fazenda" e "Power Couple", onde pudemos desfrutar de sua personalidade mais natural, colocada à prova pelas dores do confinamento.  A rabugice e o mau humor de Gretchen foram viralizados de maneira magnífica por arquivos de imagens em movimento, e recontextualizados com legendas ao gosto do freguês.

Tentar controlar essa farra da plateia, dentro de um esquema mais seguro e amigável, não é garantia de sucesso. Tanto a ideia quanto as personagens que protagonizam a série tem vasto potencial para o entretenimento. Mas precisam de espaço para que a ação se desenrole de maneira fluida. Ficamos na expectativa para ver se os próximos episódios são mais promissores. Por enquanto, só posso afirmar que a gentrificação do meme é um risco.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.