Topo

Coluna

Chico Barney

Retorno dos Trapalhões originais já é a notícia mais importante de 2018

Reprodução
A abertura clássica de "Os Trapalhões" Imagem: Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

02/01/2018 14h17

Olha as coisas melhorando. O Canal Viva começou o ano trazendo de volta episódios de "Os Trapalhões" exibidos originalmente em 1988. Depois da estreia, as emoções continuarão ocorrendo de segunda a sexta, começando costumeiramente entre 20h15 e 20h30.

Não ficou claro se a emissora vai apresentar os programas na íntegra ou uma seleção de melhores quadros. Mas tanto faz: o simples fato de termos acesso aos Trapalhões originais todo santo dia, com certa qualidade de áudio e vídeo, já é o suficiente.

O primeiro episódio abriu com uma sequência de grande impacto.

Didi “dubla” Maria Bethânia

Nunca vi muita graça nas dublagens dos Trapalhões, mas certamente são um filão clássico e amplamente querido pelo público. Também é uma ótima oportunidade para prestigiar as caras e bocas de um Didi Mocó no auge. >

O primo “importante pra cacildis” do Mussum

Mussum fica se gabando do primo “machão” que foi para os Estados Unidos e virou empresário do Michael Jackson. E eis que ele retorna imponente como Vera Verão. Dá pra dizer que é uma esquete tão subversiva quanto alguns episódios de “Seinfeld” ou “Curb Your Enthusiasm”, justamente por expor os preconceitos e hipocrisias da sociedade. Vai de cada um julgar a peça preconceituosa ou como uma denúncia bem-humorada, especialmente pelo final. A dinâmica do primo ganharia releituras posteriores, inclusive na famosa série do quartel. 

Didi vendendo ovo pela janela

Tenho a impressão que “Hermes e Renato” é descendente direto desse quadro. A virulência como Didi reage com os interlocutores e suas expressões faciais parecem ter inspirado muito a criação de figuras como o Joselito. A participação do “macarrão de hospital” é brilhante.

O episódio ainda contou com a cantora de forró Clemilda em um videoclipe da música “Seu Delegado, prenda o Tadeu”, obra que só poderia existir nessa distopia tropical em que vivemos.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!