Coluna

Chico Barney

Deixa a Simone pra lá: Vamos curtir o Natal com Arlindo Cruz

Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

24/12/2017 04h00

Arlindo Cruz está internado desde março, quando sofreu um AVC. Ao longo dos últimos meses, muito se especulou sobre seu estado de saúde. O importante é que o povo brasileiro está torcendo para que um dos seus mais importantes artistas se recupere logo.

Mas é uma pena que o noticiário sobre o cantor desde então tenha espaço apenas para fofocas e maledicências de gente vil e cruel. Precisamos que todos tenham plena noção de que Arlindo Cruz é um dos arquitetos da música popular brasileira.

A obra de Arlindo é vasta, relevante e verdadeira. Em um país sério, já teríamos extensa bibliografia sobre seu trabalho, além de minisséries, filmes e musicais tecendo loas a esse mestre.

Recomendo que o prezado leitor aproveite a véspera de Natal para mandar muita energia positiva para o grande poeta. Que tal curtir a ceia com algumas das melhores canções do genial Arlindo Cruz?

"Peixe Demais pro Meu Samburá"

Poesia e remelexo narrando o mais antigo drama humano, o desencontro de amor.

"Pra Ser Lembrado Depois"

Arlindo passa a receita para o amor.

"Tô a Bangu"

A mais bela e impactante homenagem ao Rio de Janeiro, infelizmente subestimada pelo canalhocratas que comandam nosso país.

"Fim da Tristeza"

Esfuziante obra do cancioneiro popular em parceria com o glorioso Sombrinha.

"O Meu Lugar"

O Rio de Janeiro idílico, tão presente na obra de Arlindo, dá as caras mais uma vez nessa deliciosa reverência à Madureira.

"O Bem"

Não conheço muita música que reflita melhor o espírito que deveria tomar conta de nossos corações durante o Natal.

"Da Música"

Um hino sobre a amizade.

"Quem Gosta de Mim"

O Brasil inteiro, certamente. Essa apresentação, em especial, é muito emocionante.

***

Encerro a coluna de hoje desejando um Natal de pura alegria para todos os leitores deste humilde espaço. E as melhores energias para Arlindo Cruz e sua família.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Topo