Coluna

Chico Barney

É por sua conta e risco: As 5 receitas culinárias mais revoltantes da web

Reprodução
Acredite, isso aqui é uma espiga de milho Imagem: Reprodução
Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

27/10/2017 04h00

Os dias da pornografia e dos memes com sósias do Vin Diesel podem estar próximos do fim. O grande tema que parece sustentar a internet atualmente é comida. O Buzzfeed foi muito bem sucedido ao criar um formato bem simples de receitas em vídeo. O conteúdo do Tasty se tornou ainda mais popular que qualquer outra coisa do Buzzfeed, e hoje possui franquias em muitos países e criações específicas para diferentes públicos, como os vegetarianos.

A genialidade está em oferecer receitas como entretenimento rápido e rasteiro. É reconfortante ver aqueles ingredientes se misturando e ganhando forma, além do satisfatório momento de ver o prato pronto para o consumo. Se alguém realmente faz aquelas maluquices na cozinha de casa, tanto faz. Com a monetização, quando patrocinadores parrudos como a Mondelez entraram na jogada, a nova fase do projeto parece ser a sua produtização.

Como uma Polishop hipster, o Buzzfeed agora anuncia bugigangas fascinantes, como um cortador de melancias e uma espécie de mini-fogão que foi preparado especialmente para as receitas do Tasty. Laureado pelo público e pelo mercado, a iniciativa ganhou diversas cópias. Algumas boas, outras nem tanto, exatamente como as receitas que produz.

Uma variação que considero muito interessante é o trabalho desenvolvido pela Insider. O site faz reportagens curtas, normalmente com menos de 2 minutos e sem locução, apenas com legendas para contextualizar cada história. O Insider Food subverte as receitas “faça você mesmo” que populam a internet. A sacada é ir atrás de restaurantes ao redor do mundo que façam pratos interessantes. Na maior parte do tempo, trata-se de factoides culinários. Comidas que rendem imagens interessantes, mas causam um misto de tristeza e decepção ao telespectador.

Convido o amigo leitor a passar raiva junto comigo. Os vídeos trazem um breve relato sobre o restaurante em questão e logo depois mostra como a gororoba é feita. Recomendo parcimônia ao assisti-los e não me responsabilizo pelos efeitos colaterais.

O infame sanduíche de filé mignon com lagosta

 

O revoltante milho colorido

 

O inviável sanduíche de 8 andares

 

O amaldiçoado burrito de algodão doce com sorvete e sucrilhos

 

O infernal sorvete com pipoca

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Chico Barney
Topo