Topo

Coluna

Chico Barney

Mulher-Melão resiste em busca de relevância na música popular brasileira

Divulgação
"Novinho de 23", nova música da Mulher Melão, é baseada em um relacionamento da funkeira Imagem: Divulgação
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

16/05/2017 13h33

As mulheres fruta constituíram um importante movimento cultural durante o final da primeira década do século 21. Puxadas pelo retumbante sucesso musical da Mulher-Melancia, transformaram o funk em vigorosa salada.

Algumas de suas representantes mais proeminentes acabaram tomando rumos inesperados.

- Mulher-Pera tentou carreira como apresentadora infantil, a insólita “Fadinha do Brasil”, e depois fracassou nas urnas;

Mulher-Moranguinho tornou-se mais conhecida como esposa de Naldo Benny, que, por sua vez, simplesmente deixou de ser conhecido;

Mulher-Maçã virou referência nacional quando o assunto é Steve Jobs, tendo escrito o mais memorável obituário na ocasião da morte do fundador da Apple.

Quem persiste com relevância no universo da música popular brasileira é Renata Frisson, a Mulher-Melão. Além de continuar criando notinhas divertidas para a imprensa especializada em fofocas, o último bastião do Urachismo voltou às paradas de sucesso graças ao hit “Novinho de 23”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!