Topo

Coluna

Adriana de Barros

Criolo canta a luta do negro pela conquista da igualdade em samba inédito

Caroline Bittencourt
Criolo lança single inédito "Povo Guerreiro" Imagem: Caroline Bittencourt
Adriana de Barros

Adriana trabalha no UOL desde 2000, passou pelas rádios Mix FM, 97Rock e pela gravadora Sony Music.

02/02/2018 12h28

Chega nesta sexta (2) às plataformas digitais o novo samba de Criolo, "Povo Guerreiro". De autoria de Ricardo Rabello e Willian Borges, com produção de Daniel Ganjaman, o single encerra o tributo ao samba que o cantor começou no álbum "Espiral de Ilusão", lançado ano passado, totalmente dedicado ao gênero.

"Povo Guerreiro" fala da luta dos negros pela liberdade e a igualdade que ainda não chegou.

Nesta sexta (2) e sábado, Criolo canta a música nos últimos shows do álbum "Espiral de Ilusão", que acontecem no Sesc Belenzinho.

Durante o Carnaval, o cantor da zona sul de São Paulo se apresenta no Camarote São Paulo, no Sambódromo do Anhembi.

Leia abaixo a letra de "Povo Guerreiro":

Povo guerreiro, bate tambor
Comemora a liberdade
Mas a igualdade não chegou
Nossos ancestrais
Lutaram pela liberdade
Contra tudo e contra todos
O negro nunca foi covarde
Fugiu da senzala
Refugiou se nos quilombos
Conquistou a liberdade
Mas em busca da igualdade
Ainda sofre alguns tombos
No pós liberdade
O negro foi marginalizado
Teve a alma aprisionada
Com as algemas da desigualdade
Hoje refugiado em favelas
Onde a vida tem suas mazelas
Combate a miséria, o preconceito e a adversidade
A igualdade e o respeito
Mais do que anseios
Também são necessidades

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!