PUBLICIDADE
Topo

Criolo canta a luta do negro pela conquista da igualdade em samba inédito

Criolo lança single inédito "Povo Guerreiro" - Caroline Bittencourt
Criolo lança single inédito "Povo Guerreiro" Imagem: Caroline Bittencourt
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

02/02/2018 12h28

Chega nesta sexta (2) às plataformas digitais o novo samba de Criolo, "Povo Guerreiro". De autoria de Ricardo Rabello e Willian Borges, com produção de Daniel Ganjaman, o single encerra o tributo ao samba que o cantor começou no álbum "Espiral de Ilusão", lançado ano passado, totalmente dedicado ao gênero.

"Povo Guerreiro" fala da luta dos negros pela liberdade e a igualdade que ainda não chegou.

Nesta sexta (2) e sábado, Criolo canta a música nos últimos shows do álbum "Espiral de Ilusão", que acontecem no Sesc Belenzinho.

Durante o Carnaval, o cantor da zona sul de São Paulo se apresenta no Camarote São Paulo, no Sambódromo do Anhembi.

Leia abaixo a letra de "Povo Guerreiro":

Povo guerreiro, bate tambor
Comemora a liberdade
Mas a igualdade não chegou
Nossos ancestrais
Lutaram pela liberdade
Contra tudo e contra todos
O negro nunca foi covarde
Fugiu da senzala
Refugiou se nos quilombos
Conquistou a liberdade
Mas em busca da igualdade
Ainda sofre alguns tombos
No pós liberdade
O negro foi marginalizado
Teve a alma aprisionada
Com as algemas da desigualdade
Hoje refugiado em favelas
Onde a vida tem suas mazelas
Combate a miséria, o preconceito e a adversidade
A igualdade e o respeito
Mais do que anseios
Também são necessidades

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL