Informações sobre o álbums
  • editoria:Arte
  • galeria: Mostra apresenta arte de Mestre Vitalino sob olhar de Pierre Verger
  • link: http://entretenimento.uol.com.br/album/mestre_vitalino_album.htm
  • totalImagens: 19
  • fotoInicial: 1
  • imagePath: http://d.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120131171538
Fotos
"A Arte do Barro e o Olhar da Arte - Vitalino e Verger" (Rio de Janeiro): o Museu Casa do Pontal, em parceria com a Fundação Pierre Verger (Salvador/BA), realiza exposição até 25 de abril de 2010 em homenagem ao centenário do Mestre Vitalino. São 81 fotografias do pesquisador e fotógrafo francês Pierre Verger sobre o artista popular. A mostra apresenta, ainda, peças de Vitalino que fazem parte do acervo do Museu (Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ; de terça a domingo, das 9h30 às 17h). Ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O ingresso à exposição permanente do Museu dá acesso livre à galeria. Mais informações no site http://www.museucasadopontal.com.br e telefone 0/xx/21 2490-3278 Divulgação/Pierre Verger Mais
Além das fotografias e esculturas, também são apresentadas outras relíquias do nosso patrimônio cultural: trechos de filmes do cineasta Fernando Spencer e 15 músicas recolhidas nos anos 50, recuperadas em mídia digital, onde se pode ouvir o pífano de Mestre Vitalino Divulgação/Pierre Verger Mais
Nesta exposição, o olhar de Verger, considerado pela crítica como um dos mais importantes fotógrafos do século 20, cruza com o olhar do, também francês, Jacques Van de Beuque, artista e designer que se tornou o maior colecionador da obra de Mestre Vitalino no Brasil. Ambos conheceram Vitalino e Pernambuco, no mesmo ano: 1947 Divulgação/Pierre Verger Mais
Pierre Verger fotografou, minuciosamente, o processo de modelagem da cerâmica do Mestre Vitalino. Acompanhou o artista na coleta do barro e depois seguiu cada etapa de feitura da obra. Foi com Vitalino até o rio, onde ficam as jazidas de barro. Registrou a obra sendo posta no forno a lenha e, depois de pronta, seguiu até o local de venda, na famosa Feira de Caruaru (PE) Divulgação/Pierre Verger Mais
"A Arte do Barro e o Olhar da Arte - Vitalino e Verger" (Rio de Janeiro): o Museu Casa do Pontal, em parceria com a Fundação Pierre Verger (Salvador/BA), realiza exposição até 25 de abril de 2010 em homenagem ao centenário do Mestre Vitalino. São 81 fotografias do pesquisador e fotógrafo francês Pierre Verger sobre o artista popular. A mostra apresenta, ainda, peças de Vitalino que fazem parte do acervo do Museu (Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ; de terça a domingo, das 9h30 às 17h). Ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O ingresso à exposição permanente do Museu dá acesso livre à galeria. Mais informações no site http://www.museucasadopontal.com.br e telefone 0/xx/21 2490-3278 Divulgação/Pierre Verger Mais
Além das fotografias e esculturas, também são apresentadas outras relíquias do nosso patrimônio cultural: trechos de filmes do cineasta Fernando Spencer e 15 músicas recolhidas nos anos 50, recuperadas em mídia digital, onde se pode ouvir o pífano de Mestre Vitalino Divulgação/Pierre Verger Mais
Nesta exposição, o olhar de Verger, considerado pela crítica como um dos mais importantes fotógrafos do século 20, cruza com o olhar do, também francês, Jacques Van de Beuque, artista e designer que se tornou o maior colecionador da obra de Mestre Vitalino no Brasil. Ambos conheceram Vitalino e Pernambuco, no mesmo ano: 1947 Divulgação/Pierre Verger Mais
Pierre Verger fotografou, minuciosamente, o processo de modelagem da cerâmica do Mestre Vitalino. Acompanhou o artista na coleta do barro e depois seguiu cada etapa de feitura da obra. Foi com Vitalino até o rio, onde ficam as jazidas de barro. Registrou a obra sendo posta no forno a lenha e, depois de pronta, seguiu até o local de venda, na famosa Feira de Caruaru (PE) Divulgação/Pierre Verger Mais
"A Arte do Barro e o Olhar da Arte - Vitalino e Verger" (Rio de Janeiro): o Museu Casa do Pontal, em parceria com a Fundação Pierre Verger (Salvador/BA), realiza exposição até 25 de abril de 2010 em homenagem ao centenário do Mestre Vitalino. São 81 fotografias do pesquisador e fotógrafo francês Pierre Verger sobre o artista popular. A mostra apresenta, ainda, peças de Vitalino que fazem parte do acervo do Museu (Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ; de terça a domingo, das 9h30 às 17h). Ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O ingresso à exposição permanente do Museu dá acesso livre à galeria. Mais informações no site http://www.museucasadopontal.com.br e telefone 0/xx/21 2490-3278 Divulgação/Pierre Verger Mais
Além das fotografias e esculturas, também são apresentadas outras relíquias do nosso patrimônio cultural: trechos de filmes do cineasta Fernando Spencer e 15 músicas recolhidas nos anos 50, recuperadas em mídia digital, onde se pode ouvir o pífano de Mestre Vitalino Divulgação/Pierre Verger Mais
Nesta exposição, o olhar de Verger, considerado pela crítica como um dos mais importantes fotógrafos do século 20, cruza com o olhar do, também francês, Jacques Van de Beuque, artista e designer que se tornou o maior colecionador da obra de Mestre Vitalino no Brasil. Ambos conheceram Vitalino e Pernambuco, no mesmo ano: 1947 Divulgação/Pierre Verger Mais
"A Arte do Barro e o Olhar da Arte - Vitalino e Verger" (Rio de Janeiro): o Museu Casa do Pontal, em parceria com a Fundação Pierre Verger (Salvador/BA), realiza exposição até 25 de abril de 2010 em homenagem ao centenário do Mestre Vitalino. São 81 fotografias do pesquisador e fotógrafo francês Pierre Verger sobre o artista popular. A mostra apresenta, ainda, peças de Vitalino que fazem parte do acervo do Museu (Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ; de terça a domingo, das 9h30 às 17h). Ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O ingresso à exposição permanente do Museu dá acesso livre à galeria. Mais informações no site http://www.museucasadopontal.com.br e telefone 0/xx/21 2490-3278 Divulgação/Pierre Verger Mais
Além das fotografias e esculturas, também são apresentadas outras relíquias do nosso patrimônio cultural: trechos de filmes do cineasta Fernando Spencer e 15 músicas recolhidas nos anos 50, recuperadas em mídia digital, onde se pode ouvir o pífano de Mestre Vitalino Divulgação/Pierre Verger Mais
Nesta exposição, o olhar de Verger, considerado pela crítica como um dos mais importantes fotógrafos do século 20, cruza com o olhar do, também francês, Jacques Van de Beuque, artista e designer que se tornou o maior colecionador da obra de Mestre Vitalino no Brasil. Ambos conheceram Vitalino e Pernambuco, no mesmo ano: 1947 Divulgação/Pierre Verger Mais
"A Arte do Barro e o Olhar da Arte - Vitalino e Verger" (Rio de Janeiro): o Museu Casa do Pontal, em parceria com a Fundação Pierre Verger (Salvador/BA), realiza exposição até 25 de abril de 2010 em homenagem ao centenário do Mestre Vitalino. São 81 fotografias do pesquisador e fotógrafo francês Pierre Verger sobre o artista popular. A mostra apresenta, ainda, peças de Vitalino que fazem parte do acervo do Museu (Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ; de terça a domingo, das 9h30 às 17h). Ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O ingresso à exposição permanente do Museu dá acesso livre à galeria. Mais informações no site http://www.museucasadopontal.com.br e telefone 0/xx/21 2490-3278 Divulgação/Pierre Verger Mais
Além das fotografias e esculturas, também são apresentadas outras relíquias do nosso patrimônio cultural: trechos de filmes do cineasta Fernando Spencer e 15 músicas recolhidas nos anos 50, recuperadas em mídia digital, onde se pode ouvir o pífano de Mestre Vitalino Divulgação/Pierre Verger Mais
Nesta exposição, o olhar de Verger, considerado pela crítica como um dos mais importantes fotógrafos do século 20, cruza com o olhar do, também francês, Jacques Van de Beuque, artista e designer que se tornou o maior colecionador da obra de Mestre Vitalino no Brasil. Ambos conheceram Vitalino e Pernambuco, no mesmo ano: 1947 Divulgação/Pierre Verger Mais
Além das fotografias e esculturas, também são apresentadas outras relíquias do nosso patrimônio cultural: trechos de filmes do cineasta Fernando Spencer e 15 músicas recolhidas nos anos 50, recuperadas em mídia digital, onde se pode ouvir o pífano de Mestre Vitalino Divulgação/Pierre Verger Mais
"A Arte do Barro e o Olhar da Arte - Vitalino e Verger" (Rio de Janeiro): o Museu Casa do Pontal, em parceria com a Fundação Pierre Verger (Salvador/BA), realiza exposição até 25 de abril de 2010 em homenagem ao centenário do Mestre Vitalino. São 81 fotografias do pesquisador e fotógrafo francês Pierre Verger sobre o artista popular. A mostra apresenta, ainda, peças de Vitalino que fazem parte do acervo do Museu (Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ; de terça a domingo, das 9h30 às 17h). Ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O ingresso à exposição permanente do Museu dá acesso livre à galeria. Mais informações no site http://www.museucasadopontal.com.br e telefone 0/xx/21 2490-3278 Divulgação/Pierre Verger Mais

Mostra apresenta arte de Mestre Vitalino sob olhar de Pierre Verger

Mais álbuns de UOL Entretenimento x

Veja mais: GRETE STERN NO IMS-RJ , MELHORES FOTOS DO ANO , PIERRE VERGER EM SP

Últimos álbuns de Entretenimento

UOL Cursos Online

Todos os cursos