UOL Entretenimento Resenhas

22/11/2009 - 10h00

"Minha Vida na França" demonstra o encantamento de Julia Child pelo país europeu

MARTA BARBOSA
Colaboração para o UOL
  • Divulgação

    "Minha Vida na França" traz o delicioso relato dos anos em que a famosa culinarista Julia Child viveu sua grande transformação de vida

Qualquer pessoa com o mínimo interesse pela cozinha - e que vá além de assistir programas de TV estilo "chef bonito + receita fácil" - ouviu falar em Julia Child. Californiana, ela não só levou a gastronomia para dentro das casas de famílias típicas americanas (via televisão), como apresentou uma nova cara à comida dos EUA. Ultimamente, o nome de Julia está na moda.

Tudo por causa do filme "Julie & Julia". Na tela, duas mulheres, personagens de Amy Adams e Merly Streep, cozinham para encontrar um sentido para a vida. Encontram e, de quebra, ganham dinheiro e fama internacional. A história é assim: Julia Child é autora da (muito propriamente considerada) "bíblia" da culinária das donas de casa americanas no meio do século passado, o livro "Mastering the Art of French Cooking". Julie Powell, essa uma mulher dos tempos de hoje, prestes a completar 30 anos e à beira de um ataque de nervos, resolve se refugiar na minúscula cozinha de sua quitinete. Enquanto refaz todas as 524 receitas do livro de Julia, Julie supera suas aflições.

Só nesses primeiros 1.100 toques acima, já vão duas sugestões: uma de leitura (o livro "Julie & Julia" - editora Conrad - é best seller internacional e vencedor do Booker Prize) e uma de filme (que estreia no Brasil no final desse mês). Mas o que essa resenha se propõe mesmo é sugerir a leitura de "Minha Vida na França" (editora Pensamento-Cultrix, tradução de Celina C. Falk-Cook) - livro lançado postumamente e que ocupou o pensamento de Julia até alguns minutos antes de sua morte, por falência renal, em agosto de 2004.

Não espere um amontoado de receitas, embora nas 345 páginas tenha muita dica e muito segredinho bom sendo desvendado. Neste livro, escrito a partir do depoimento de Julia ao escritor (e seu sobrinho-neto) Alex Prud'Homme, está o delicioso relato dos anos em que a culinarista famosa viveu sua grande transformação de vida: de uma americana de classe média acostumada a comida "fast food" como qualquer conterrânea de sua época à estrela da cena gastronômica.

Julia foi parar em Paris em função da vida profissional do marido, Paul Child, funcionário do governo dos Estados Unidos. Paul, mais velho que ela, já conhecia e era apaixonado pela França quando o casal desembarcou na Europa. Julia não tinha ideia do que encontraria, mas guardava uma secreta simpatia de ouvinte das histórias de Paul.

"Minha Vida na França" condensa seis anos de descobertas, entre 1948 e 1954. Da travessia marítima até o Velho Continente ao primeiro bistrô. Do contato com o maravilhoso mundo das manteigas "com sabores" à estreia no Instituto Le Cordon Bleu. Tudo isso tendo como cenário a França, e Paris mais especificamente. Esse livro, acima de qualquer coisa, é uma saborosa declaração de amor ao país.

"Atravessamos o Sena lentamente, passeando pelos verdejantes jardins das Tulherias, pelas úmidas transversais que cheiravam a comida estragada, madeira queimada, esgoto, reboco velho e suor humano" - É, não espere menos das memórias de uma gourmet.



"MINHA VIDA NA FRANÇA"
Autores:
Julia Child e Alex Prud'Homme
Editora: Pensamento-Cultrix
Páginas: 345
Preço sugerido: R$ 30

"JULIE & JULIA"
Autor:
Julie Powell
Editora: Conrad
Páginas: 312
Preço sugerido: R$ 46,90

Compartilhe:

    Fale com
    UOL Entretenimento

    Siga UOL Entrete

    GUIA DE RESTAURANTES

    Mais Guias

    Hospedagem: UOL Host