Noiva que abandonou dono da Playboy será capa da revista nos EUA


LOS ANGELES (Reuters) - O fundador da Playboy, Hugh Hefner, abandonado pela noiva dias antes do casamento, disse que vai colar adesivos com a inscrição "noiva em fuga" numa foto dela, que estará na capa da próxima edição da revista nos Estados Unidos.

Na terça-feira, Hefner, de 85 anos, anunciara que Crystal Harris, de 25 anos, tinha "mudado de ideia" e por isso havia sido cancelada a cerimônia de casamento do próximo sábado, na Mansão da Playboy, em Los Angeles, na qual eram esperadas 300 pessoas.

Em uma infeliz coincidência, Crystal Harris aparece na capa da edição de julho da Playboy, que chega às bancas na sexta-feira, descrita como "Princesa da América... Apresentamos a sra. Crystal Hefner".

Para "garantir a precisão jornalística", Hefner agiu rapidamente para remediar a situação.

"Os fatos recentes pedem um adesivo especial na capa de julho. Procurem por ele nas bancas", disse Hefner no Twitter.

Um grande adesivo vermelho anunciando "Nesta edição, noiva em fuga" cobre parte do corpo de Harris.

Visível ainda na foto está o cão cocker spaniel que Crystal Harris levou com ela depois da separação do casal. Ela está usando uma jaqueta e boné de marinheiro, sua marca pessoal, e segurando um cachimbo.

Um porta-voz disse que o adesivo apareceria somente nas edições vendidas em bancas porque as revistas já haviam começado a ser despachadas para assinantes.

Não ficou claro por que o casal se separou, embora Hefner tenha dito que não houve brigas. O site TMZ informou que Harris queria uma pensão semanal mais alta e uma carreira musical. Coincidentemente, ela lançou na terça-feira uma canção, "Club Queen", no iTunes.

Um especial de duas horas na TV sobre trechos do casamento estava programada para ir ao ar em 13 de julho no canal Lifetime, voltado para o público feminino, mas foi cancelado.

Esse seria o terceiro casamento de Hefner. Ele disse que sua segunda mulher, a ex-coelhinha da Playboy Kimberley Conrad, e a mãe dela estavam entre os amigos que o consolaram nos últimos dias.

Hefner, conhecido pelo apelido de Hef, é um defensor dos direitos civis e da liberdade sexual, publicou artigos desafiando o Macartismo e a Guerra do Vietnã e apoiou as causas dos homossexuais e da legalização da maconha.

Filha de britânicos e criada em San Diego, na Califórnia, Harris conheceu Hefner na festa de Halloween que ele realizou em 2008. Semanas depois, ela se mudou para a mansão depois de algumas semanas e se tornou a Coelhinha da Playboy de dezembro de 2009.

(Reportagem de Dean Goodman)



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos