Ingrid Guimarães apresenta novo espetáculo depois do sucesso de "Cócegas"

Rodrigo Monteiro
Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Alex Palarea e Anderson Borde/AgNews

    Marcelo Faria, Ingrid Guimarães, Aline Fanju e Gustavo Machado recebem convidados na estreia da peça "Razões para ser Bonita", no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea, no Rio de Janeiro (25/10/12)

    Marcelo Faria, Ingrid Guimarães, Aline Fanju e Gustavo Machado recebem convidados na estreia da peça "Razões para ser Bonita", no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea, no Rio de Janeiro (25/10/12)

Até aonde leva a obsessão pela beleza? Em que momento de nossas vidas, a aparência se torna um problema? Essas são as perguntas da comédia "Razões Para Ser Bonita", do texto de Neil LaBute e direção de João Fonseca, que estreou na noite de ontem (25) no Teatro dos 4, do Shopping da Gávea, no Rio de Janeiro. Com Ingrid Guimarães e Marcelo Faria no elenco, a peça aborda o tema de um jeito divertido, mas também deixa a reflexão. Depois do sucesso de "Cócegas", a atriz Ingrid Guimarães contou em entrevista para o UOL sobre a responsabilidade de trazer outro espetáculo que atinja o grande público.

"Parece que foi o meu primeiro trabalho. Quando eu li o texto, fiquei muito querendo fazer, dizer essas coisas. Eu espero que as pessoas gostem. É um trabalho diferente, mais denso, mas que eu penso vai fazer ainda mais sucesso justamente pelo tema da beleza", disse Ingrid Guimarães ao receber os amigos e a família que lotaram o teatro.

Na peça, Ingrid interpreta Steph, uma cabeleireira que é mulher de Greg (Gustavo Machado) há quatro anos. Greg e Leo (Marcelo Faria) são amigos. Leo é casado com Carla (Aline Fanju), melhor amiga de Steph e linda. Um dia, Greg confessa para Leo que acha o rosto de Steph comum. Através de Carla, a informação chega nos ouvidos de Steph. Eis aí um motivo para o casamento vir abaixo. "Todo mundo se identifica com um ou mais personagens em algum momento. É um tema que deve ser discutido, que toca as pessoas", descreveu Ingrid. "Eu sempre fui uma mulher comum, mas ouvir do marido que ele acha seu rosto comum dói demais. A Steph não consegue conviver com isso, é difícil".

Quando o público entra na sala, já vê o cenário de um apartamento. A briga do casal Steph e Greg (Ingrid e Marcelo) acontece na primeira cena. Nervosos, os personagens fazem a plateia gargalhar. Com pequenos gestos, Ingrid consegue fazer o público rir e, depois, se emocionar. Na história, há separações, reencontros, temas que dizem respeito ao universo masculino e feminino. Todos se sentem identificados. Durante a estreia, o público aplaudiu em diversos momentos. "Maravilhosa!", gritou o ator Paulo Gustavo, o primeiro a se levantar para aplaudir de pé o espetáculo.

"Dirigir a Ingrid e esse elenco é muito fácil. É o que todo diretor quer: um elenco incrível. Eles são maravilhosos, dedicados, inteligentes. Fazia tempo que eu não dirigia um texto contemporâneo e foi muito legal. O Neil LaBute é difícil, interessante, ele tem uma pegada própria e eu espero ter feito um bom trabalho. Foi uma 'tourada' para tentar trazer ele pra nossa realidade, mas foi muito gostoso entrar nesse universo. Eu gosto de uma dramaturgia clássica, brasileira, mas um texto como esse é muito divertido de fazer", contou João Fonseca, que é diretor da Companhia Fodidos e Privilegiados, convidado especialmente por Ingrid para assinar esse trabalho.

O ator Marcelo Faria contou que está muito feliz no palco, apresentando um espetáculo com essa seriedade. "O assunto da beleza está aí, as pessoas falam sobre isso todos os dias. O legal da peça é que as pessoas saem conversando, levando algo pra conversar, pra pensar sobre. Elas se divertem, mas saem com algo pra refletir", observou.

Estreia entre amigos e parentes

Muitos amigos do elenco estiveram presentes na estreia carioca. A atriz Natália do Vale foi uma das primeiras a chegar. "Vim para ver a minha amiga Ingrid, mas gosto muito do autor também. A Ingrid é uma excelente atriz e vai fazer uma peça diferente do que ela geralmente faz.", disse a atriz da novela "Salve Jorge".

"Depois do sucesso de "Cócegas", fazer uma peça como essa é uma emoção muito grande. Eu faço há muito tempo 'Os homens são de marte... E é pra lá que eu vou!' Então, eu estou me vendo já nessa situação dela, de as pessoas ficarem me perguntando sobre a nova peça depois de anos em cartaz. Eu li o texto e adorei. Quem fez a adaptação foi a minha irmã. Já sei que a peça é maravilhosa. Vocês vão amar", torceu a atriz Mônica Martelli, irmã de Susana Garcia, que fez a tradução do texto original e a adaptação.

"Eu vim ver meus amigos nesse dia importante. Eles estão em casa. Eu estou em cartaz com 'Hamlet' lá em São Paulo. Tentei ver lá, mas não consegui. Hoje eu consegui", contou o ator Thiago Lacerda, que interpretou o personagem Capitão Rodrigo Cambará no longa "O Tempo e o Vento", dirigido por Jayme Monjardim, e que está em fase de finalização. "Fazer o Capitão Rodrigo foi ótimo. Ele é quase mítico. É um personagem é muito importante, o romance é um marco na literatura brasileira. Eu fui muito desafiado, mas fiquei muito feliz. O filme vai ficar a altura da obra. O Jayme faz coisas lindas."

"A última vez que eu vi a Ingrid foi fazendo 'Cócegas' com a (Heloísa) Périssé. Ela faz um trabalho maravilhoso na televisão e no teatro. Quanto à peça, eu tenho certeza de que é boa. Eu já conheço o autor também. Já assisti a Fabiana Karla fazendo 'A Gorda', que é dele e muito bom. Já o assisti também no cinema e posso garantir que ele é um ótimo autor", assegurou o ator Ary Fontoura, que está no elenco de "Gabriela".

Além dos amigos, também estavam presentes as famílias. Em entrevista para o UOL, o ator Reginaldo Faria, contou que fez há pouco mais de um mês duas cirurgias para corrigir um problema nos olhos. "Agora estou enxergando até demais", disse ele, sorrindo, entrando na plateia para ver o filho, o ator Marcelo Faria. Sigrid Guimarães, irmã de Ingrid, disse estar na expectativa devido ao fato de que "Razões Para Ser Bonita" é um trabalho diferente do que a irmã vem fazendo. "A Ingrid, em casa, é engraçada sem querer. É natural. Ela não é uma pessoa que fica fazendo palhaçada, mas ela vê humor em todas as coisas, em todas as situações. Às vezes, acontece alguma coisa ruim e a gente olha pra cara da outra e começa a rir, cai na gargalhada", revelou Sigrid.

Veja os comentários sobre a peça na estreia:

"Eu achei ótimo, gostei muito do espetáculo. A Ingrid está ótima! A peça tem um tema muito contemporâneo, essa coisa da obsessão pela imagem. Me fez refletir", descreveu a atriz Maria Paula.

"Eu adorei. Eu adorei o texto, os atores. Achei o texto muito, muito inteligente, muito contemporâneo", avaliou a atriz Márcia Cabrita

"Achei ótimo! Eu adoro tudo, a direção do João Fonseca, a luz da Dani Sanchez é linda. Enfim, gostei de tudo", opinou a atriz Guta Stresser.

"Razões Para Ser Bonita" fica em cartaz no Teatro dos 4, no Shopping da Gávea, no Rio de Janeiro, até o dia 23 de dezembro.

Últimas de Entretenimento

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos